Mobilização em Combate a Violência Contra a Mulher

 
A violência contra a mulher, é toda e qualquer ação ou conduta que cause morte, dano ou sofrimento físico, sexual, psicológico ou moral à mulher que ocorra dentro da própria casa, em relações pessoais e/ou de convívio, inclusive nas relações de namoro. O estupro, a violação, os maus-tratos e o abuso também são considerados violência contra a mulher.

 
Nesse sentido, a Pastoral da Mulher realizou uma semana de sensibilização  a violência contra a mulher. Em diversos pontos da cidade, foram dadas orientações de como denunciar a violência. O ato aconteceu na Feira Livre, Terminal de Ônibus, Mercado do Produtor, Orla e Mercado Popular, pontos estratégicos, de grande circulação de mulheres.
 
No material distribuído, a Pastoral divulgou o Ligue 180, que é uma Central de Atendimento à Mulher criado em 2005 e coordenado diretamente pela Secretaria de Política para Mulheres, da Presidência da República. O serviço é gratuito, confidencial e funciona 24 horas por dia, 7 dias da semana, incluindo feriados. O Ligue 180 tem como objetivo receber relatos de violência contra as mulheres, acolher e orientar mulheres em situação de violência doméstica e familiar, assim como divulgar serviços disponíveis na rede de atendimento à mulher em todo o país.
 
Participaram da mobilização as alunas do curso de Serviço Social da Universidade Anhanguera, que estão voluntárias no trabalho iniciado em Petrolina.
 



 
 
 


Pastoral da Mulher de Juazeiro em campanha para o 25 de Novembro – Dia Internacional da Luta Contra a Violência à mulher



Desde 1981, a partir do 1º Encontro Feminista Latino-americano e Caribenho, ocorrido na Colômbia, a data 25 de novembro é considerada o Dia Internacional de Luta Contra a Violência à Mulher. Intensificando-se assim, a luta contra todas as formas de violência, opressão e discriminação das mulheres.
Embasada nesses pontos negativos que fazem parte do cotidiano violento de muitas mulheres no Brasil e no mundo, é que a Pastoral da Mulher de Juazeiro e toda Rede Oblata, composta por Unidades Pastorais, com sede também nas cidades de Belo Horizonte/MG, Salvador/BA e São Paulo/SP, estarão realizando nos próximos dias, mobilizações de informação e conscientização contra a violência em todas as suas regiões.
Em Juazeiro, a Pastoral da Mulher realizará, entre os dias 22 e 29 de novembro, uma intensa ação, promovendo a distribuição de panfletos informativos, bem como um calendário contendo o número 180, da Central de Atendimento à Mulher. Além dos contatos da Pastoral da Mulher, para o apoio às que sofrerem esse tipo de violência.
Segundo análises coletadas, a violência contra a mulher ocorre nos espaços públicos e privados e não é só agressão física: é também psicológica moral, sexual e patrimonial. Reduzem a auto-estima da mulher e fazem com que elas se sintam inferiorizadas, causando assim, danos à saúde, como por exemplo: o estresse e enfermidades crônicas. A violência interfere na vida, no exercício da cidadania das mulheres e no desenvolvimento da sociedade em sua diversidade.
Durante a ação, Agentes da Pastoral da Mulher de Juazeiro, mulheres atendidas e voluntárias da Pastoral da Mulher de Petrolina irão participar desses momentos de conscientização à população.
Confira a Programação abaixo e no site www.pastoraldamulherdejuazeiro.com.br:
22/11(Sexta-feira)- 16:30h - Orla de Juazeiro
23/11(Sábado)- 09:00h às 11:00h - Feira Livre
25/11 (Segunda-feira)- tarde - Terminal de ônibus
26/11(Terça-feira) - manhã - Mercado do Produtor
29/11 (Quarta-feira) - manhã - Mercado Popular
 
A equipe da Pastoral da Mulher deseja um fim de semana abençoado e cheio de luz a tod@s!!! 

Encontro de Espiritualidade

 
Nos dias 19 e 20 de Novembro as equipes da Pastoral da Mulher- Juazeiro e Força Feminina- Salvador, estiveram reunidos no Centro de Treinamento de Líderes em Stela Maris-Salvador para o Encontro de Espiritualidade.
 
Sob a contemplação da natureza e assessoria de Maria Suave, a equipe desfrutou de momentos de reflexão e autoconhecimento. Ressaltando a importância dessa formação espiritual para o trabalho, enriquecendo o atendimento às mulheres acompanhadas e florescendo em nós o sentido da nossa vocação e missão.

Encerramento do Curso de Culinária

 
Após dois meses de aulas, o Curso de Culinária teve seu encerramento oficial na tarde de ontem (21 de novembro). Com a participação de 20 mulheres, foram ministrados os módulos de Culinária Básica, Tortas Salgadas e Doces e Decoração de Bolos.
Na festa de encerramento o cardápio foi feito pelas alunas, onde puderam por em prática tudo o que aprenderam no decorrer do curso. O momento foi finalizado com uma oração de agradecimento e discurso das agentes em parabenização a garra das mulheres em terem concluído o curso.
 
Em parceria com o SENAC, as aulas foram coordenadas pela professora Ana Célia e monitoradas pela agente Pastoral Joice Oliveira.
 

Mobilização em Combate a Violência Contra a Mulher


 
De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Patrícia Galvão, em agosto de 2013, uma em cada cinco mulheres consideram já ter sofrido alguma vez algum tipo de violência de parte de algum homem, conhecido ou desconhecido.  O parceiro (marido ou namorado) é o responsável por mais de 80% dos casos reportados.
 
E é de olho nessas estatísticas que a Pastoral da Mulher assume esse compromisso de conscientização da população e debates sobre o tema, pois acredita que através da informação e sensibilização social podemos ajudar a mudar essa triste realidade.
 
Pensando assim, que dos dias 22 à 29 de Novembro a  Pastoral da Mulher de Juazeiro realizará uma mobilização na cidade em prol ao Combate a Violência contra a Mulher (alusivo ao dia 25 de Novembro- Dia de Luta).
Todas as agentes da Pastoral, mulheres atendidas e voluntárias da Pastoral da Mulher de Petrolina irão participar desse ato de conscientização.
 
Serão feitas abordagens à população e entregues panfletos e calendários de 2014.


CRONOGRAMA:
22/11(sexta-feira)- 16:30h
Orla de Juazeiro

23/11(sábado)- 09:00h às 12:00h
Feira Livre

25/11 (segunda)- tarde
Terminal de ônibus

26/11(terça-feira)- manhã
Mercado do Produtor

29/11 (quarta-feira)-manhã
Mercado Popular

Homenagem da Agente Tamirys à Gleice Kelly



Homenagem à uma mulher atendida pela
Pastoral da Mulher, que faleceu esta semana.


 À Princesa Gleice Kelly

Escondida atrás de um corpo magro e sorriso largo
Havia uma menina
Espuleta, de olhares que falavam e com o sobrenome guerreira
Talvés suas qualidades eram desconhecidas do seu próprio ser

Aos 26 desconhecia seu destino
Aos 26 desconhecia seu interior
Aos 26 com fortes marcas deixadas pela vida
Mas sempre repleta de amor

Em cada fala, gesto, olhar
Deixava transparecer a imperatividade da juventude
Se equilibrando entre a incerteza de um futuro
E os sonhos reservados para ele

Uma jovem que tinha muito o que aprender
Mas que em sua breve passagem também nos ensinou

Ensinou que a realidade bate a nossa porta, e devemos que enfrenta-la
E ela o fez
Ensinou que o tamanho do amor que guardamos no peito não depende de idade
E ela o fez
Ensinou que para colocar um sorriso no rosto não precisa ter uma vida perfeita
Basta se alegrar com os simples e ora curtos momentos
E ela o fez

Renato Russo me transporta a uma atmosfera de reflexão
E bagunça minhas emoções quando diz:

“É tão estranho
Os bons morrem jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais...
Vai com os anjos,
Vai em paz
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...”

Lembraremos dos seus desenhos e sonhos
Lembraremos dos seus sorrisos e lágrimas
Lembraremos das brincadeiras e afetos

E digna do nome de princesa, você irá reinar ao lado do Príncipe da paz.

(Tamirys Riesenberg)

Seminário “Vida Fácil?” mostra ao público a realidade das mulheres em situação de prostituição em Juazeiro e no Brasil

Quem esteve presente no auditório da UNEB nos últimos dias 30 e 31 de agosto, não pode deixar de se emocionar com os depoimentos marcantes das mulheres inseridas no contexto da prostituição e a realidade desta problemática que atinge pessoas do Brasil e do mundo inteiro. Em especial, as mulheres das cidades de Juazeiro, Salvador e Belo Horizonte/MG, que participaram de uma mesa redonda relatando fatos de suas vidas.
O evento que teve as palestras de Fernanda Priscila - Mestre em Teologia que falou dos “Cuidados com Mulheres em Situação de Prostituição: Processos pedagógicos e transformação social”; da Assistente Social da Pastoral da Mulher de Juazeiro, Ellen Sabrina, que palestrou sobre "A Feminização da Pobreza", de Roseli Consoli do Prado que falou sobre a “Regulamentação da Prostituição” e de Jaqueline Leite - Coordenadora do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME – Salvador/BA), falando sobre o “Tráfico de Pessoas para Fins de Exploração” contou também com a apresentação da pesquisa “Diagnóstico das Mulheres em Situação de Prostituição na Cidade de Juazeiro-BA - realizada pela Pastoral da Mulher e finalizada por Eldonilce Barros - Professora Doutora da Universidade do Estado da Bahia.
Além de todas as palestras, o público pode conhecer um pouco mais sobre a história da Pastoral da Mulher de Juazeiro, que, de um cordel, foi transformada em peça teatral apresentada por uma equipe de mulheres atendidas pela Pastoral e coordenada pelas Agentes Sociais: Joice Oliveira e Tamirys Velasco.
Um dos pontos marcantes foi a leitura da “Carta Denúncia, aberta a sociedade brasileira”, realizada pela Coordenadora da Pastoral da Mulher de Juazeiro – Fernanda Lins, elaborada pela Rede Oblata, da qual Pastoral da Mulher faz parte.
Durante os dois dias, as quase duzentas pessoas que estiveram participando do II Seminário “Vida Fácil puderam entender um pouco mais da realidade da situação da prostituição, não somente em Juazeiro, bem como nas demais cidades que o Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, mantém suas Unidades. “Foi bastante enriquecedor”, comentou uma estudante.
Como resultado do II Seminário “Vida Fácil?”, a Pastoral da Mulher de Juazeiro em breve lançará um livro com os dados tabulados da pesquisa ““Diagnóstico das Mulheres em Situação de Prostituição na Cidade de Juazeiro-BA”, apresentada no seminário, em parceria com a professora Eldonice Barros. 
 

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 O público aplaudiu a apresentação.

 Fernanda Lins, coordenadora da Pastoral, leu a "Carta Denúncia, aberta sociedade brasileira"
 

 Fernanda Alves, coordenadora do Força Feminina - Salvador/BA

 Ellen Sabrina, palestrando sobre a Feminização da Pobreza.

 O auditório esteve lotado durante os dois dias. 

 Estudantes de Serviço Social e de outras áreas participaram do Seminário.

Roseli Consoli do Prado, falando sobre a Regulamentação da Prostituição.

 Jaqueline Leite, coordenadora do CHAME - Salvador/BA

Mulheres apresentaram a peça Teatral "Cabaré das Donzelas Inocentes"

 Eldonice Barros, Professora Doutora da Universidade do Estado da Bahia, apresentando os dados da Pesquisa elaborada pela Pastoral da Mulher de Juazeiro.















Programação Completa do II Seminário "Vida Fácil?"



Marcado para os próximos dias 30 e 31 de agosto, no auditório da Universidade do Estado da Bahia – Uneb, o II Seminário “Vida Fácil? - A realidade das mulheres em situação de prostituição em Juazeiro” divulga a programação completa do evento, que contará, inclusive, com palestrante vinda de São Paulo/SP.

Além das palestras, debates e apresentação da pesquisa que traça o perfil social e econômico das mulheres em situação de prostituição em Juazeiro, o seminário terá seu momento marcante com os depoimentos de mulheres que são assistidas pelas Unidades Oblatas de Juazeiro/BA, Salvador/BA e Belo Horizonte/MG, que relatarão a realidade da prostituição em suas regiões e respondendo, numa "Mesa Redonda", a questão, tema do seminário: “Vida Fácil?”

O evento, que é uma realização da Pastoral da Mulher de Juazeiro, terá abertura na sexta-feira (30), a partir das 19h e contém a seguinte programação:

Dia 30 de Agosto de 2013

19:00h – Abertura
19:10h – Apresentação do Cordel "História da Pastoral da Mulher"
19:30h - Composição da Mesa
19:35h – Leitura da “Carta Denúncia, aberta a sociedade em geral” – Fernanda Lins – Assistente Social, Coordenadora da Pastoral da Mulher de Juazeiro.
19:50h - Palestra: "A Feminização da Pobreza" – Louraine Carvalho - Educadora Social do Projeto Força Feminina – Salvador/BA.
20:40h - Palestra: “Cuidado com Mulheres em Situação de Prostituição: Processos pedagógicos e transformação social” – Fernanda Priscila Alves da Silva – Teóloga, Mestre em Teologia pela Faculdade Superior de Teologia - EST. Coordenadora do Projeto Força Fermina em Salvador.
21:30h – Debate
22:10h – Encerramento

Dia 31 de Agosto de 2013

Manhã
08:15h - Abertura
08:25h - Peça Teatral "O Cabaré das Donzelas Inocentes"
08:40h - Palestra: “A Regulamentação da Prostituição” - Roseli Consoli do Prado (São Paulo/SP) - Assistente Social, Irmã Oblata do Santíssimo Redentor e Integrante da Rede Um Grito pela Vida.
09:40h - Debate
10:10h – Coffe Break
10:30h – Palestra: Tráfico de Pessoas para Fins de Exploração Sexual - Jaqueline Leite – Coordenadora do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME)
11:30h – Debate
12:00h – Intervalo para Almoço

Tarde
13:30h - Apresentação da Pesquisa: “Diagnóstico das Mulheres em Situação de Prostituição na Cidade de Juazeiro-BA - Edonilce Barros (Professora Doutora da Universidade do Estado da Bahia - UNEB)  - Juazeiro/BA
14:30h - Debate
14:50h- Mesa Redonda: “Vida Fácil? Relatos de Mulheres envolvidas no contexto de Prostituição” - Mulheres assistidas pelas Unidades de Juazeiro/BA, Salvador/BA e Belo Horizonte/MG).
16:20h - Debate
17:00h- Encerramento e Coffe Break

Para maiores informações e inscrições, os interessados em participar do II Seminário podem acessarwww.pastoraldamulherdejuazeiro.com.br ou ligar para (74) 8824.7324.

Prezada Produção de Jornalismo da TV Grande Rio, meu apreço por todos e todas.