Seminário “Vida Fácil?” mostra ao público a realidade das mulheres em situação de prostituição em Juazeiro e no Brasil

Quem esteve presente no auditório da UNEB nos últimos dias 30 e 31 de agosto, não pode deixar de se emocionar com os depoimentos marcantes das mulheres inseridas no contexto da prostituição e a realidade desta problemática que atinge pessoas do Brasil e do mundo inteiro. Em especial, as mulheres das cidades de Juazeiro, Salvador e Belo Horizonte/MG, que participaram de uma mesa redonda relatando fatos de suas vidas.
O evento que teve as palestras de Fernanda Priscila - Mestre em Teologia que falou dos “Cuidados com Mulheres em Situação de Prostituição: Processos pedagógicos e transformação social”; da Assistente Social da Pastoral da Mulher de Juazeiro, Ellen Sabrina, que palestrou sobre "A Feminização da Pobreza", de Roseli Consoli do Prado que falou sobre a “Regulamentação da Prostituição” e de Jaqueline Leite - Coordenadora do Centro Humanitário de Apoio à Mulher (CHAME – Salvador/BA), falando sobre o “Tráfico de Pessoas para Fins de Exploração” contou também com a apresentação da pesquisa “Diagnóstico das Mulheres em Situação de Prostituição na Cidade de Juazeiro-BA - realizada pela Pastoral da Mulher e finalizada por Eldonilce Barros - Professora Doutora da Universidade do Estado da Bahia.
Além de todas as palestras, o público pode conhecer um pouco mais sobre a história da Pastoral da Mulher de Juazeiro, que, de um cordel, foi transformada em peça teatral apresentada por uma equipe de mulheres atendidas pela Pastoral e coordenada pelas Agentes Sociais: Joice Oliveira e Tamirys Velasco.
Um dos pontos marcantes foi a leitura da “Carta Denúncia, aberta a sociedade brasileira”, realizada pela Coordenadora da Pastoral da Mulher de Juazeiro – Fernanda Lins, elaborada pela Rede Oblata, da qual Pastoral da Mulher faz parte.
Durante os dois dias, as quase duzentas pessoas que estiveram participando do II Seminário “Vida Fácil puderam entender um pouco mais da realidade da situação da prostituição, não somente em Juazeiro, bem como nas demais cidades que o Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, mantém suas Unidades. “Foi bastante enriquecedor”, comentou uma estudante.
Como resultado do II Seminário “Vida Fácil?”, a Pastoral da Mulher de Juazeiro em breve lançará um livro com os dados tabulados da pesquisa ““Diagnóstico das Mulheres em Situação de Prostituição na Cidade de Juazeiro-BA”, apresentada no seminário, em parceria com a professora Eldonice Barros. 
 

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 Apresentação teatral "Cordel História da Pastoral da Mulher de Juazeiro"

 O público aplaudiu a apresentação.

 Fernanda Lins, coordenadora da Pastoral, leu a "Carta Denúncia, aberta sociedade brasileira"
 

 Fernanda Alves, coordenadora do Força Feminina - Salvador/BA

 Ellen Sabrina, palestrando sobre a Feminização da Pobreza.

 O auditório esteve lotado durante os dois dias. 

 Estudantes de Serviço Social e de outras áreas participaram do Seminário.

Roseli Consoli do Prado, falando sobre a Regulamentação da Prostituição.

 Jaqueline Leite, coordenadora do CHAME - Salvador/BA

Mulheres apresentaram a peça Teatral "Cabaré das Donzelas Inocentes"

 Eldonice Barros, Professora Doutora da Universidade do Estado da Bahia, apresentando os dados da Pesquisa elaborada pela Pastoral da Mulher de Juazeiro.















Nenhum comentário: