Agentes participam de formação sobre a Campanha da Fraternidade em Petrolina/PE

 
 

Com o tema: “Fraternidade e Tráfico Humano” e lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1), a Campanha da Fraternidade de 2014, tem como objetivo identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”.
 
Tendo em vista a Campanha da Fraternidade 2014, as Pastorais Sociais da Diocese de Petrolina se reuniram para estudar e traçar propostas de enfrentamento ao tráfico de pessoas na região.
 
Representando a Unidade Oblata de Juazeiro, a Educadora Social, Ana Paula, e a Assistente Social, Fernanda Lins – Coordenadora da Pastoral, compareceram no último domingo, 24 de fevereiro, na extensão do Colégio Dom Bosco, em Petrolina, com o objetivo de discorrer sobre o tema do Tráfico de Mulheres para Fins de Exploração Sexual e trazendo os dados, que segundo o relatório da ONU de 2003 (UNODC – Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes), o tráfico de mulheres para fins de prostituição "é considerada uma das atividades criminosas mais lucrativas do planeta, perdendo somente para o tráfico de armas e de drogas”. Enfatizando o aumento desse tipo de tráfico em decorrência dos megaeventos previstos para o Brasil, a exemplo da Copa em 2014 e as Olimpíadas em 2016. Além de divulgar canais para denúncia por telefone, como a Central de Atendimento à Mulher (180) e de Violações aos Direitos Humanos (100).
 

Nenhum comentário: