Pastoral da Mulher de Juazeiro dá continuidade aos trabalhos nas Comunidades da Itaberaba e Antônio Conselheiro

 
 
No dia 20 de janeiro de 2015, aconteceu o primeiro encontro com as mulheres multiplicadoras, que representam as comunidades dos bairros Itaberaba e Antônio Conselheiro, com a participação das agentes: Ana Paula e Ellen Sabrina e das multiplicadoras: Ângela e Roseli, na sede da Pastoral.
Iniciando o momento, acolhendo as lideranças com a reflexão do texto “Liderar pelo Exemplo”, percebeu-se que não é possível crescer sem desafios e obstáculos, a vida é feita de exemplos, sendo que as atitudes e comportamentos são observados, proporcionando o melhor ensino, ou seja, as pessoas aprendem mais pelo que veem, do que ouvem.
 
Em seguida, avaliando o processo grupal em 2014, percebeu-se que tem sido muito positivo, e que mesmo com alguns desafios, foi identificado que os grupos estão se fortalecendo. As mulheres estão mais autônomas e com mais informações, estão se permitindo a trabalhar as questões subjetivas e buscando alternativas de renda; porém ainda precisa avançar no compromisso individual de cada participante.
 
Para 2015, o plano de ação foi apresentado, com as seguintes atividades: reuniões, encontros nas comunidades, visitas domiciliares, intercâmbio, oficinas, contatos com as lideranças e instâncias governamentais, como também mobilizações para a garantia de direitos.
 
Por fim o cronograma anual e temáticas dos encontros mensais foram definidos, e serão abordados os seguintes temas: Mulher x Direitos Sociais, Participação da Mulher na vida política, Saúde e Sexualidade, Drogas, Gênero: Divisão Sexual do Trabalho, A importância da Família para a formação da cidadania e Violência contra a Mulher, como também acontecerá a avaliação anual, encerrando assim as atividades.
 
Essas ações fazem parte do Projeto de Mobilização Comunitária, impulsionado pela Pastoral da Mulher e que tem como objetivo, promover a articulação das instâncias e espaços de participação democrática e envolver as comunidades na defesa e garantia de direitos das mulheres.
 
         Fonte: Pastoral da Mulher de Juazeiro

Nenhum comentário: