Mineira morre na Espanha após ter overdose durante programa

Morte pode revelar um esquema internacional de tráfico de mulheres e prostituição

 
O mistério em torno da morte de uma mineira, encontrada sem vida na Espanha, pode revelar um esquema internacional de tráfico de mulheres e prostituição. Cristiana Fernandes da Silva, de 25 anos, teria morrido de overdose durante um programa na cidade de Valência.
 
 
A jovem foi morar na Europa quando tinha apenas 18 anos, época em que a irmã vivia na Itália, e se casou no país. O escritório do Itamaraty em Belo Horizonte não quis revelar as circunstâncias da morte
 
A família informou que Cristiana morava com uma mulher identificada apenas como Mônica. Ela seria cafetina e alugava quartos para estrangeiras que faziam programas
 
As suspeitas iniciais são de que a mineira morreu em decorrência de uma overdose de cocaína durante um programa com dois homens
 
O representante do Itamaraty em BH já comunicou o consulado brasileiro em Barcelona sobre um possível esquema de prostituição internacional e o envolvimento de Mônica. A Polícia Federal também foi notificada.
 
    
 

Nenhum comentário: