CRAS Argemiro e CRAS Itaberaba realizam formações nas comunidades


Pensar no papel social desempenhado pelas mulheres na sociedade brasileira (mais especificamente sob a ótica da política) é sempre um exercício interessante, principalmente quando levamos em consideração uma sociedade como a nossa, construída sob a égide do machismo, do patriarcalismo, na qual o homem sempre ocupou o espaço público e a mulher, o privado.

Mesmo que ainda tímida, a presença cada vez maior de mulheres é algo fundamental para o fortalecimento da democracia, afinal, a representatividade feminina é extremamente necessária quando pensamos nas lutas pelos direitos das mulheres em um contexto no qual, como se sabe, ainda há muito preconceito, exclusão e violência.

Atualmente as mulheres estão participando cada vez mais da vida pública, estão fortemente presentes na educação, na saúde, na busca da garantia de direitos, entre outras; porém vale ressaltar que os desafios encontrados pelas mulheres tanto na participação política quanto na sociedade de modo geral ainda são consideráveis.

Assim, no mês de abril a Pastoral da Mulher juntamente com a equipe do CRAS Argemiro e CRAS Itaberaba realizaram momento formativo sobre “Participação da Mulher na Vida Política” com as mulheres das comunidades: Antônio Conselheiro (Grupo Gmel) e Itaberaba (Grupo Mulheres Borboletas).



O momento foi positivo, visto que favoreceu na articulação dos grupos e instituições, como também aproximou equipes a realidade das mulheres.

 

Nenhum comentário: