Pastoral da Mulher participará da 4ª. Conferencia Estadual de Políticas para as Mulheres

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA) e o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher (CDDM) irão realizar a 4ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia (CEPM).

A CEPM será realizada nos próximos dias 11, 12 e 13 de novembro, no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador.

O tema da conferência será “Mais direitos, participação e poder para as mulheres”, que será abordado através de quatro eixos temáticos, sendo eles: I - Contribuição dos conselhos dos direitos da mulher e dos movimentos feministas e de mulheres para efetivação da igualdade de direitos e oportunidades para as mulheres em sua diversidade e especificidades: avanços e desafios; II – Estruturas institucionais e políticas públicas desenvolvidas para as mulheres no âmbito municipal, estadual e federal: avanços e desafios; III – Sistema político com participação das mulheres e igualdade: recomendações; IV – Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres: subsídios e recomendações.

As conferências

As Conferências Estaduais, Municipais, Territoriais e Livres de Políticas para as Mulheres são frutos da luta dos movimentos de mulheres e feministas. São nestes espaços que as mulheres debatem os desafios e barreiras que impedem o seu pleno desenvolvimento social, político e econômico.

A diversidade e complexidade dos vários segmentos de mulheres são apresentadas, discutidas e sistematizadas em documentos contendo propostas a serem consideradas na formulação de novas políticas públicas. É por esta razão que as conferências são grandes conquistas da sociedade civil organizada, sendo um marco da democracia participativa no Brasil.

A Pastoral da Mulher por sua vez será representada pela pedagoga Joice Oliveira, que é educadora social e Cinara Reis, mulher assistida e convidada para o evento.
"Ressalto aqui a importância da participação da Pastoral da Mulher nesse espaço para debater e lutar pela garantia de direitos das mulheres no município de Juazeiro e todo estado baiano." Declarou Joice Oliveira.


Nenhum comentário: