PASTORAL DA MULHER: UMA SEMENTE DE LUZ QUE SEMEIA ESPERANÇA HÁ 38 ANOS


Na semana de aniversário do projeto, as mulheres foram

presenteadas com uma programação especial.
 

Em 1978, uma história se inicia cheia de sonhos, desafios e esperanças.

O encontro, a união e o compromisso de pessoas possibilitou a criação da instituição para atendimento e acompanhamento das mulheres em contexto de prostituição e vulnerabilidade social.

Em 1981, a convite de Dom José Rodrigues (bispo da Diocese), as Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor assumiram a Pastora da Mulher de Juazeiro/BA, em parceria com agentes pastorais, e plantaram uma semente  que germinou e está produzindo grandes frutos. O Projeto Oblata desabrochou e está sempre sendo ampliado, promovendo a garantia de direitos das mulheres e comunidades atendidas.
Para celebrar essa data tão importante, a Pastoral promoveu diversas atividades para o público atendido em uma programação especial.
No dia 08 de agosto, as mulheres participaram de uma Ação de Beleza, na qual puderam usufruir de serviços de beleza, tais como: sobrancelha, corte e escova. O objetivo da ação foi favorecer a melhora na autoestima das mulheres. Nessa atividade contamos com a parceria de Du Carmo, profissional da área de estética da cidade.
“Uma boa autoestima é essencial não apenas para si mesmo, mas também para quem convive próximo a você, seja sua família, colegas de trabalho, amigos pessoais, etc. Pessoas com a autoestima elevada são mais felizes, aumentam o seu bem-estar, e, consequentemente a produtividade nas suas vidas”, comenta a educadora Social da Pastoral, Railane Delmondes.
No dia 10 de agosto, data oficial de aniversário da Pastoral, Pe. Tiago conduziu as reflexões acerca do texto bíblico sobre o encontro de Jesus e a Mulher Samaritana (Jo 4: 5 ao 42). Outra parte da celebração, bastante marcante, trouxe à tona o tema “luz”. Após todas cantarem e ouvirem o mantra "ó luz do Senhor", padre Tiago chamou as mulheres para refletir, convidando-as em seguida para acender suas velas no Círio Pascal e perguntando-lhes: “De que forma a Pastoral é luz? E como cada um pode ser luz?”.
Neste momento de reflexão, as mulheres puderam relatar como a Pastoral é importante nas suas vidas.
Finalizando a programação, no dia 12 de agosto, em parceria com o Colegiado de Enfermagem da Universidade Federal do Vale do São Francisco, com a condução das professoras Kamila e Lucineide (e demais parceiros), promovemos uma Ação de Saúde com a realização de mais de 40 exames preventivos de útero e exames clínicos da mama, além de consulta médica e orientações sobre métodos de prevenção etc.
“Participar dessa história nos traz a oportunidade de aprender a conviver, a ceder, a defender nossos princípios, nossos direitos, de humanizar e sermos humanizadas. Revela o sentimento de ter contribuído para a busca de um mundo melhor”, ressalta Fernanda Lins, coordenadora da Pastoral.

Confira notícia na TV São Francisco sobre o trabalho da Pastoral:

http://g1.globo.com/bahia/batv/videos/v/batv-tv-sao-francisco-100816-bloco-3/5226415/




















Nenhum comentário: