Pesquisa em Harvard revela que não são os filhos que atrapalham a carreira das mulheres, mas os maridos

 
Mesmo que o tempo dedicado aos filhos e afazeres domésticos sejam obstáculos para a ascensão das mulheres em suas carreiras profissionais, são os maridos, parceiros ou cônjuges, os maiores responsáveis por frear o crescimento. É o que destaca um estudo realizado com cerca de 25 mil ex-alunos da Harvard Business School e publicado na Harvard Business Review.
 
por Beatriz Lorente no Hypeness
 
A amostra da pesquisa compreende 25.000 ex-alunos, em sua maioria graduados no MBA, com idades entre 26 e 47 anos. Os resultados apontam que 60% dos homens se diziam “extremamente satisfeitos” com suas experiências profissionais e suas oportunidades de ascensão. O número cai para 40% no caso das mulheres com o mesmo perfil e faixa etária. Sendo que 83% dos homens que responderam, eram casados.
 
De acordo com o estudo, uma das razões para essa diferença, é que tanto para eles, quanto para elas, a carreira dos maridos acaba sendo ‘mais importante’ e ganhando status privilegiado na relação. Cerca de 75% dos homens que havia concluídos seus cursos, esperavam que no futuro suas esposas assumissem a maior demanda de cuidados com os filhos e o lar. Mais de 70% deles consideravam que suas carreiras teriam prioridade sobre a delas. Parece uma surpresa? Nem tanto, pelo menos não para as mulheres. Cerca de 40% das participantes, já esperavam que a carreira dos maridos prevaleceria.
 
A pesquisa colabora para a constatação de que as mulheres ocupam menos de 20% dos cargos de responsabilidade nas 500 empresas mais importantes do mundo, de acordo com a lista da Fortune.
Ao que tudo indica, ao planejarem os próximos passos de suas carreiras profissionais, as mulheres devem incluir mais um detalhe importante no planejamento: a escolha dos maridos!
 
Fonte: http://www.geledes.org.br/pesquisa-em-harvard-revela-que-nao-sao-os-filhos-que-atrapalham-carreira-das-mulheres-mas-os-maridos/

Nenhum comentário: