Pastoral da Mulher Participa da Caravana Respeita as Mina em Juazeiro


No dia em que se comemora 11 anos da Lei Maria da Penha, 07/08, Juazeiro recebeu a Caravana Respeita as Minas, ação  itinerante de combate e enfrentamento a violência contra a mulher, promovida pela SPM-BA em parceria com o Instituto Avon, com apoio da ONU Mulheres e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher da Bahia (CDDM). Em Juazeiro, o projeto conta com a parceria da Prefeitura Municipal por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade.

O evento, que se incorpora ao conjunto das políticas públicas que o governo estadual vem realizando para prevenir e coibir a violência contra as mulheres, aconteceu no IFBA e contou com a participação de diversos atores que compõe a rede de proteção - da Sociedade Civil e Governo -  e teve a presença da Secretária Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, a Sra. Julieta Palmares.

A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro esteve presente durante a ação, onde se discutiu o papel da sociedade civil, da rede de enfrentamento e a segurança na cidade frente aos altos índices de violência de gênero.



Fonte: Pastoral da Mulher

VI Estudo Preparatório Para o Encontro da Rede Oblata



A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro realizou na manhã desta quarta-feira, 02/08/2017, o  VI estudo preparatório para o encontro da Rede Oblata. O tema: “Luta por direitos” foi conduzido pela trabalhadora social Maria das Neves, que utilizou o filme “Pão e Rosas” para fomentar a discussão.

O filme se passa nos Estados Unidos e retrata realidade de imigrantes mexicanos que passam a lutar por direitos trabalhistas, diante de um forte cenário de exploração, onde trocam sua força de trabalho por tão pouco que não há possibilidade de suprir outras necessidades além da alimentação.

Após assistirem ao filme os profissionais puderam discorrer sobre suas impressões, relacionando a temática com o atual contexto brasileiro e com a luta por direitos no universo da prostituição, e assim como demonstra a narrativa, concluíram que só a partir da conscientização e da organização popular, é possível conquistar e garantir direitos.

Fonte: Pastoral da Mulher.

Celebração de aniversário do mês de Julho



Pastoral da Mulher de Juazeiro celebrou os aniversários de julho com o tema “Mulher Maravilha”, na ultima sexta-feira, dia 28/07/2017.

As aniversariantes do mês compareceram acompanhadas de familiares para festejarem a data. Fernanda Lins, coordenadora da instituição, que faz aniversário no mesmo mês, também participou do momento comemorativo.





Pastoral da Mulher participa da XI Conferência Municipal de Assistência Social de Juazeiro


A Pastoral da Mulher esteve presente na XI Conferência Municipal de Assistência Social de Juazeiro/BA. O evento aconteceu nos dias 18 e 19/07/2017 no auditório na Univasf, e teve como tema: “Garantia de Direitos no fortalecimento do SUAS”.

Fernanda Lins, coordenadora da Pastoral e atual presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, realizou a fala de abertura da conferência com um discurso bastante reflexivo sobre a trajetória da política pública e a importância da população nos espaços de participação social em meio ao cenário de crise política e econômica do país.

Anna Lícia, Assistente Social da Pastoral da Mulher, e Fernanda ainda ficaram responsáveis pela condução de um dos eixos que orientaram a discussão sobre o tema. O eixo II debateu o direito à participação social e o lugar da sociedade civil na gestão democrática e no controle social.


Um dos pontos mais positivos do espaço de construção coletiva foi à participação dos usuários de diversos serviços durante todo o processo: nas palestras e debates, bem como na elaboração das propostas para as três esferas de governo. O momento de realização das conferências é uma grande oportunidade para se avaliarem em que medida a gestão compartilhada tem sido cumprida e assumida como responsabilidade política e pública por todos os atores envolvidos.

Fonte: Pastoral da Mulher.

Reunião do Cirandas Parceiras


O grupo Cirandas Parceiras se reuniu na manha da ultima quinta-feira, 27/07/2017 para discutir o planejamento das ações do segundo semestre. 
Na oportunidade estiveram presentes representantes do NASF, CIDHA, HU - Univasf, PM BA, Ronda Maria da Penha, além da Pastoral da Mulher.

Fonte: Pastotal da Mulher

Equipe da Pastoral da Mulher realiza estudo de área de abordagem.





A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro realizou estudo de área na manhã dessa quarta feira, 19/07/2017. O momento foi conduzido pela dupla de visita do Alto da Aliança: Mônica Siqueira e Maria das Neves.


Os estudos são importantes instrumentos para conhecimento das áreas abordadas e proporcionam oportunidades de reflexão e aperfeiçoamento da dinâmica de visita; ainda possibilitam a socialização da realidade e especificidades de cada área para os demais integrantes da equipe.








Fonte: Pastoral da Mulher

V Estudo preparatório da equipe para Encontro da Rede Oblata


A equipe da pastoral da mulher de Juazeiro se reuniu na manhã da última segunda feira, 17/07/2017, para mais um estudo preparatório para o encontro da Rede Oblata. O tema da discussão desta vez foi: “Prostituição e direitos” e foi conduzido pela Assistente Social Anna Lícia Brito.

Autoteste de HIV estará disponível nacionalmente até o fim de julho em farmácias

 

O autoteste para detectar a presença do vírus HIV no organismo deve estar disponível em farmácias de todo o país até o fim do mês. Nesta semana, o primeiro teste desse tipo a ser vendido no Brasil começou a chegar às farmácias do Rio de Janeiro. O produto, que custa entre R$ 60 e R$ 70, pode ser comprado sem receita médica, e a testagem produz resultado 10 minutos após o sangue entrar em contato com o reagente.
 

Palestra sobre Abortamento legal no grupo Cirandas Parceiras

Na manhã da última quinta-feira, 29/06/2017, o grupo Cirandas Parceiras promoveu uma palestra sobre “Abortamento legal” com a participação da Assistente Social Renata Cavalcante. A temática estava prevista no planejamento anual do grupo.

Projeto de lei proíbe verba pública para músicas machistas em Juazeiro

Um projeto de lei proíbe verba pública para músicas machistas em Juazeiro (BA). A proposta, de autoria do vereador Tiano Félix (PT), diz que bandas contratadas pelo município não podem tocar canções que tornam as mulheres vulneráveis. As bandas contratadas pelo poder público municipal terão que assinar um contrato de comprometimento. A banda que não cumprir o estabelecido será multada em 50% no valor do cachê. A prefeitura terá que realizar o contrato prévio, para também não ser penalizada.

Reunião do Grupo de Mulheres Pérolas


O grupo Mulheres Pérolas se reuniu na terça-feira, dia 20/06, para mais um rico momento de discussão.  Na ocasião foi trabalhado o tema: “Prostituição, escolha ou destino.”, em virtude do Dia internacional da Prostituta, celebrado no dia 02 do mesmo mês.

Espanha desmantela rede de exploração sexual de brasileiras


Rede de prostituição de brasileiras é desmantelada na Espanha (Raymond Roig/AFP)
 
A polícia espanhola desarticulou uma rede comandada por brasileiros que explorava sexualmente jovens na Espanha e na Itália, em uma operação na qual cinco pessoas foram detidas, três vítimas foram libertadas e outras quatro mulheres foram resgatadas antes de serem obrigadas a se prostituir.  A organização, que levava garotas do Brasil, não é a primeira do tipo desmantelada na Espanha. Nos últimos anos, várias operações envolvendo brasileiros foram descobertas no país, com  dezenas de pessoas presas.
 

Roraima é o estado mais "letal" para mulheres, diz relatório

Documento da Human Rights Watch afirma que casos de feminicídio no estado possuem ocorrências anteriores de violência doméstica



Aos 13 anos, Claudia (nome fictício para resguardar sua segurança) engravidou do namorado de 18. O que para justiça brasileira é considerado um estupro de vulnerável, é cenário corriqueiro em Roraima. Depois de dar à luz, foi agredida três vezes, o que resultou em ferimentos na boca, no olho e na coxa. Foi ameaçada de morte.
Com medo de ser mãe solteira, não denunciou o abuso nas primeiras vezes. Em janeiro de 2017, depois de ter sido trancada em casa pelo namorado, conseguiu escapar e ligou para a polícia. Somente com a segunda ligação os policiais chegaram. A resposta das autoridades foi a tentativa de reconciliação entre Claudia e o namorado.
Já na casa da mãe, teve o imóvel invadido, foi agredida “nas costelas” e ameaçada de morte. Somente acompanhada do padrasto conseguiu fazer o boletim de ocorrência, que não mencionava os abusos anteriores que foram contados pela vítima.

Festa Junina na Pastoral da Mulher de Juazeiro



O mês de Junho é uma época de grandes festividades na cultura brasileira, em especial no Nordeste do país. Caracterizada com fogueiras, trajes, comidas e bebidas típicas a tradição homenageia três santos católicos: Santo Antônio, São João e São Pedro.

A Pastoral da Mulher, unidade Oblata de Juazeiro, promoveu sua comemoração junina no dia 14/06 em homenagem a Santo Antônio: “Arraiá do Toím”. Mulheres acompanhadas pela instituição puderam desfrutar de uma tarde regada a alegria, deliciosas comidas e as famosas simpatias ao santo casamenteiro. Além de participarem de uma oficina de comidas típicas e serviços de sobrancelhas.


 Oficina de comidas típicas.

Encontro Formativo Laudato SI (Louvado Seja).


Nos dias 2 a 4 de junho as educadoras sociais Maria das Neves e Railane Delmondes participaram do encontro formativo sobre a Laudato SI da Sub-região 3, no Centro de Treinamento Diocesano em Carnaíba do Sertão, com representantes das Dioceses de Serrinha, Paulo Afonso, Irecê, Rui Barbosa, Bonfim, Juazeiro e da Arquidiocese de Feira de Santana. O evento teve como objetivo difundir a mensagem do Papa Francisco sobre o cuidado com a criação. Os participantes refletiram sobre a situação atual dos biomas brasileiros, principalmente sobre o bioma caatinga.

SPM lança campanha de alerta aos sinais de relacionamento abusivo

Com a proximidade do Dia dos Namorados, os relacionamentos são o assunto do momento. Mas é importante chamar atenção para uma questão: os relacionamentos abusivos. Sinais, gestos e ações que indicam que o relacionamento caminha para violências.
 
“Muitas mulheres sofrem violência e não se dão conta. Quando são xingadas, são expostas em grupos, tem sua alto estima ferida ou até mesmo perdem a autonomia sobre seu patrimônio”, explica a Secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes.
 

Pastoral realiza Ação de Saúde e Cidadania


A Pastoral da Mulher promoveu no último dia 08/06, um evento de promoção a saúde e cidadania. O objetivo da ação foi facilitar o acesso das mulheres a serviços básicos, como atendimentos médicos, atendimento psicológico, testagem rápida, orientação nutricional, atendimento jurídico e do bolsa família.  

Pastoral da Mulher recebe a visita do Governo Geral das Irmãs Oblatas

 
A Pastoral da Mulher, Unidade Oblata em Juazeiro/BA,  recebeu no último dia 08/06 a Visita do Conselho Geral das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, representado pelas Ir. Roseli Consoli e Julita Nunes. 
 
A visita teve como objetivo conhecer as ações que são desenvolvidas com as mulheres que exercem a prostituição em Juazeiro,  e também nos instigar a sonhar e a projetar o futuro enquanto família Oblata.

Amsterdã ganha a primeira startup de prostituição, gerida pelas próprias mulheres

Iniciativa da prefeitura permite que 40 trabalhadoras definam seus preços, num país onde elas já pagam impostos e têm seguridade social.






O Bairro da Luz Vermelha de Amsterdã, conhecido pelas vitrines onde as prostitutas se oferecem, passou a contar esta semana com o primeiro bordel administrado pelas próprias profissionais. A Prefeitura lhes concedeu a autorização correspondente, e cerca de 40 mulheres poderão se alternar nos 14 quartos do imóvel. Em vez de alugar cômodos de comércios do ramo, cujos donos impõem preços e condições, elas pagarão ao redor de 80 euros (272 reais) pelo turno da manhã – e o dobro durante a noite – para a fundação Minha Luz Vermelha, auspiciada pela Prefeitura. Como autônomas, serão donas de seu horário e contarão com um espaço comum vetado aos clientes. A Holanda legalizou o comércio do sexo em 2000, e as prostitutas pagam impostos e têm seguridade social.

Mulheres relatam cárcere privado em casa de prostituição de Balneário Camboriú



Briga teria ocorrido em local que funcionava como casa de prostituição (Foto: PM/Divulgação)
 
Segundo a polícia, seis delas contaram que só poderiam deixar o local se pagassem. Dois homens foram detidos após briga no local.

Bahia registra 15.751 casos de violência contra a mulher este ano

O balanço feito inclui crimes como homicídio, tentativa de homicídio, feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaça


Um basta à violência contra a mulher (Reprodução/APAV/Reprodução)


O estado da Bahia registra 15.751 casos de violência contra a mulher, desde o início do ano até meados de maio.
 
O balanço inclui crimes como homicídio, tentativa de homicídio, feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaça.

O lado obscuro e violento da indústria pornô no Japão

Todos os anos, milhares de jovens do Japão são arrastadas ao mercado pornográfico sob a promessa de realizarem seus sonhos




Tóquio – Ela tinha 23 anos e sonhava em ser uma estrela da música quando foi abordada por um homem em uma movimentada rua de Tóquio oferecendo trabalho de modelo.

"Estrelas" de campanha lançada pelo Blog para alertar contra violência de gênero, Yara Tchê e Carla Rocha enaltecem iniciativa

     
Principais ‘estrelas’ da Campanha “Amor sem Violência”, lançada no dia de ontem (24) pelo Blog do Carlos Britto com o intuito de mobilizar a sociedade petrolinense no combate à violência contra as mulheres, a digital influencer Carla Rocha e a cantora Yara Tchê enalteceram a iniciativa. Tanto é que nenhuma delas cobrou cachê para participar.

A prostituição no coração do capitalismo


 
“A característica mais significativa do capitalismo avançado é sua globalização. E essa exigência chegou à prostituição. A globalização desativa as fronteiras para o capital e as mercadorias. E a mercadoria sobre a qual está edificada a indústria do sexo, os corpos das mulheres, não pode permanecer dentro dos limites do Estado-nação”, escreve a feminista Rosa Cobo, professora de Sociologia do Gênero na Universidade da Corunha, e coordenadora do Centro de Estudos de Gênero e Feministas nessa universidade.

Ministério da Saúde anuncia adoção de uso preventivo de pílula anti-HIV para pessoas em risco

Profilaxia pré-exposição (PrEP) já vinha sendo estudada pelo Ministério da Saúde. Medicamento Truvada, usado para tratamento, passará a ser usado para prevenção.

 Pílula do medicamento Truvada, usado na profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV (Foto: Paul Sakuma/AP)
 
Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (24), que adotará a profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV para grupos em risco. A estratégia envolve o uso diário do medicamento Truvada (combinação dos antirretrovirais tenofovir e emtricitabina) por pessoas que não têm o vírus. O objetivo é proteger grupos que estão mais expostos ao risco de infecção, como profissionais do sexo, casais sorodiscordantes (quando um tem o vírus e o outro não), pessoas trans e homens que fazem sexo com homens.

4º Estudo Preparatório para o Encontro da Rede Oblata



A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro se reuniu na manhã desta quarta-feira, 24/05/2017, a fim de realizar o 4º estudo preparatório para o encontro da rede Oblata, previsto para o mês de setembro do ano em curso.

Oficina Terapêutica de Design de Sobrancelhas




As oficinas terapêuticas, previstas no projeto de acolhida, estão acontecendo na sede desde o mês de fevereiro, e têm como foco principal motivar as mulheres atendidas a vivenciarem um processo de acompanhamento, através da participação nas atividades oferecidas.

Encontro das Mulheres Pérolas do mês de maio


O encontro do grupo Mulheres Pérolas do mês de maio aconteceu na última terça feira, 16/05/2017, e contou com a participação especial da Enfermeira e professora da Univasf: Lucineide Santos da Silva.

Com o tema Sexualidade, a profissional fez uma roda de conversa com as mulheres, voltada principalmente para questões de saúde e responsabilidade na vida sexual; fez uma abordagem do significado da palavra sexualidade, desmistificando a vinculação exclusiva com as relações sexuais; explicando que se trata de um fenômeno que se desenvolve desde a infância e está presente em todas as fases da nossa vida.


As pérolas presentes ouviram atentamente e foram bastante participativas; aproveitaram o momento para tirar suas dúvidas e compartilhar histórias. Foi um momento rico, de grande aprendizagem. 

Fonte: Pastoral da Mulher.

Pastoral da Mulher celebra o Dia das Mães com momento de reflexão e relaxamento


O Dia das Mães é uma data comemorativa em que se homenageia a mãe e a maternidade. Em alguns países é comemorado no segundo domingo do mês de maio (como no Brasil e na Irlanda).
 
No último dia 12/05, a Pastoral comemorou a data com um momento de reflexão conduzido pela psicóloga da instituição, Miriam Duarte. Na ocasião, a profissional trabalhou o ser mulher abordando principalmente os desafios e conflitos de ser mãe. A reflexão foi propícia para o momento, pois as mulheres que vieram para celebrar o seu dia, também tiveram a oportunidade de interagir com as outras, e partilhar os seus relatos de vitórias e de perdas. Foi percebida a emoção no olhar delas enquanto falavam na ocasião.

“Fui com uma mala cheia de sonhos”: Assim brasileiras são transformadas em escravas sexuais na Espanha


Duas vítimas da rede de tráfico internacional de mulheres estudam em uma casa de acolhimento da ONG Projeto Esperança, na Espanha, em abril passado. CARLOS ROSILLO
 
Carla, que hoje é agente social, conta como conseguiu escapar da máfia que a forçava a trabalhar como prostituta em Madri e Sevilla.

A profissão mais antiga na China mais moderna


Wang Xiaohong, de 43 anos, em Pequim M. V. L.
 
Prostituição é ilegal no país, mas tem aumentado acompanhando o desenvolvimento econômico.
 
Durante o dia, Jinjin colabora com uma ONG e promove o sexo seguro, distribui preservativos e ensina as prostitutas de Pequim sobre como evitar as doenças sexualmente transmissíveis e sobre seus direitos. À noite, em um clube de entretenimento, é mais uma delas. Com um corpo cheio de curvas e um sorriso malicioso, não tem dificuldades para conseguir clientes.
 
"É uma vida confortável", diz ela, dando de ombros. "Por dia posso ganhar mais de mil iuanes (cerca de 500 reais) facilmente, por mês mais de 30.000 (13.500 reais). Os clientes às vezes me convidam para jantar, me dão presentes, capricham comigo. Em qual outro trabalho poderia ganhar tanto dinheiro? A ONG paga muito pouco".

O que sabemos sobre a investigação do estupro coletivo de uma menina de 12 anos no Rio de Janeiro


Por Andréa Martinelli Do Huffpostbrasil
 
“Cala a boca. Vão ficar ouvindo a sua voz e vão saber que é tu”.
“Tapa o rosto da novinha”.
 
Um ano depois, o mesmo crime.
 
Na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, uma menina de 12 anos foi vítima de um estupro coletivo. A investigação ainda não tem detalhes sobre quais eram as circunstâncias do crime que, assim como o caso da jovem de 16 anos que foi estuprada coletivamente no ano passado, foi registrado em um vídeo e divulgado na internet.

Pastoral da Mulher de Juazeiro realiza roda de conversa para a equipe com o tema: Impactos da Reforma da Previdência na Vida dos Trabalhadores.


Preocupada com atual conjuntura do país e com a possibilidade de retrocessos na garantia de direitos sociais e trabalhistas, a equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro vivenciou na manhã dessa segunda-feira, 08/05/2017, um momento de formação sobre a Reforma da Previdência Social.

A roda de conversa foi facilitada por Iran wilker, Assessor Sindicalista da Central dos Trabalhadores e trabalhadoras do Brasil (CTB), que abordou os impactos da reforma da na vida dos trabalhadores.

MULHERES ATENDIDAS NA PASTORAL EXPOEM ARTESANATO NA 1º. FESTA DA VIDA DA DIOCESE DE JUAZEIRO



No mês de abril, as atividades da oficina terapêutica de artesanato realizada na Pastoral da Mulher chegaram ao final. As participantes frequentaram a oficina entre os meses de janeiro a abril e tiveram a oportunidade de expor seus produtos no evento promovido pela Diocese de Juazeiro – Festa da Vida, como lema “O nosso Deus é o Deus da Vida. O nosso Deus é justiça e paz!” que ofereceu espaço para promover e valorizar a missão e o trabalho realizado nas Pastorais Sociais.

Reunião de Mulheres Pérolas


 
O grupo de Mulheres Pérolas continua se reunindo mensalmente, na sede da Pastoral, para discutir e partilhar de temáticas que perpassam pelo universo feminino.

PASTORAL DA MULHER PARTICIPA DA GREVE GERAL


As reformas trabalhistas e previdenciárias estão gerando revolta em todo o país. Com o intuito de protestar, várias categorias foram às ruas na última sexta-feira (28). O movimento teve concentração às 8h da manhã, na APLB de Juazeiro e em seguida os sindicalistas, instituições e a população em geral percorreram as principais ruas do centro da cidade em direção a ponte Presidente Dutra, onde ocuparam todas as pistas ao longo da Ponte e a interditaram por mais de uma hora, promovendo grande engarrafamento em Juazeiro e Petrolina.