Bahia registra 15.751 casos de violência contra a mulher este ano

O balanço feito inclui crimes como homicídio, tentativa de homicídio, feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaça


Um basta à violência contra a mulher (Reprodução/APAV/Reprodução)


O estado da Bahia registra 15.751 casos de violência contra a mulher, desde o início do ano até meados de maio.
 
O balanço inclui crimes como homicídio, tentativa de homicídio, feminicídio, estupro, lesão corporal e ameaça.

O lado obscuro e violento da indústria pornô no Japão

Todos os anos, milhares de jovens do Japão são arrastadas ao mercado pornográfico sob a promessa de realizarem seus sonhos




Tóquio – Ela tinha 23 anos e sonhava em ser uma estrela da música quando foi abordada por um homem em uma movimentada rua de Tóquio oferecendo trabalho de modelo.

"Estrelas" de campanha lançada pelo Blog para alertar contra violência de gênero, Yara Tchê e Carla Rocha enaltecem iniciativa

     
Principais ‘estrelas’ da Campanha “Amor sem Violência”, lançada no dia de ontem (24) pelo Blog do Carlos Britto com o intuito de mobilizar a sociedade petrolinense no combate à violência contra as mulheres, a digital influencer Carla Rocha e a cantora Yara Tchê enalteceram a iniciativa. Tanto é que nenhuma delas cobrou cachê para participar.

A prostituição no coração do capitalismo


 
“A característica mais significativa do capitalismo avançado é sua globalização. E essa exigência chegou à prostituição. A globalização desativa as fronteiras para o capital e as mercadorias. E a mercadoria sobre a qual está edificada a indústria do sexo, os corpos das mulheres, não pode permanecer dentro dos limites do Estado-nação”, escreve a feminista Rosa Cobo, professora de Sociologia do Gênero na Universidade da Corunha, e coordenadora do Centro de Estudos de Gênero e Feministas nessa universidade.

Ministério da Saúde anuncia adoção de uso preventivo de pílula anti-HIV para pessoas em risco

Profilaxia pré-exposição (PrEP) já vinha sendo estudada pelo Ministério da Saúde. Medicamento Truvada, usado para tratamento, passará a ser usado para prevenção.

 Pílula do medicamento Truvada, usado na profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV (Foto: Paul Sakuma/AP)
 
Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (24), que adotará a profilaxia pré-exposição (PrEP) contra o HIV para grupos em risco. A estratégia envolve o uso diário do medicamento Truvada (combinação dos antirretrovirais tenofovir e emtricitabina) por pessoas que não têm o vírus. O objetivo é proteger grupos que estão mais expostos ao risco de infecção, como profissionais do sexo, casais sorodiscordantes (quando um tem o vírus e o outro não), pessoas trans e homens que fazem sexo com homens.

4º Estudo Preparatório para o Encontro da Rede Oblata



A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro se reuniu na manhã desta quarta-feira, 24/05/2017, a fim de realizar o 4º estudo preparatório para o encontro da rede Oblata, previsto para o mês de setembro do ano em curso.

Oficina Terapêutica de Design de Sobrancelhas




As oficinas terapêuticas, previstas no projeto de acolhida, estão acontecendo na sede desde o mês de fevereiro, e têm como foco principal motivar as mulheres atendidas a vivenciarem um processo de acompanhamento, através da participação nas atividades oferecidas.

Encontro das Mulheres Pérolas do mês de maio


O encontro do grupo Mulheres Pérolas do mês de maio aconteceu na última terça feira, 16/05/2017, e contou com a participação especial da Enfermeira e professora da Univasf: Lucineide Santos da Silva.

Com o tema Sexualidade, a profissional fez uma roda de conversa com as mulheres, voltada principalmente para questões de saúde e responsabilidade na vida sexual; fez uma abordagem do significado da palavra sexualidade, desmistificando a vinculação exclusiva com as relações sexuais; explicando que se trata de um fenômeno que se desenvolve desde a infância e está presente em todas as fases da nossa vida.


As pérolas presentes ouviram atentamente e foram bastante participativas; aproveitaram o momento para tirar suas dúvidas e compartilhar histórias. Foi um momento rico, de grande aprendizagem. 

Fonte: Pastoral da Mulher.

Pastoral da Mulher celebra o Dia das Mães com momento de reflexão e relaxamento


O Dia das Mães é uma data comemorativa em que se homenageia a mãe e a maternidade. Em alguns países é comemorado no segundo domingo do mês de maio (como no Brasil e na Irlanda).
 
No último dia 12/05, a Pastoral comemorou a data com um momento de reflexão conduzido pela psicóloga da instituição, Miriam Duarte. Na ocasião, a profissional trabalhou o ser mulher abordando principalmente os desafios e conflitos de ser mãe. A reflexão foi propícia para o momento, pois as mulheres que vieram para celebrar o seu dia, também tiveram a oportunidade de interagir com as outras, e partilhar os seus relatos de vitórias e de perdas. Foi percebida a emoção no olhar delas enquanto falavam na ocasião.

“Fui com uma mala cheia de sonhos”: Assim brasileiras são transformadas em escravas sexuais na Espanha


Duas vítimas da rede de tráfico internacional de mulheres estudam em uma casa de acolhimento da ONG Projeto Esperança, na Espanha, em abril passado. CARLOS ROSILLO
 
Carla, que hoje é agente social, conta como conseguiu escapar da máfia que a forçava a trabalhar como prostituta em Madri e Sevilla.

A profissão mais antiga na China mais moderna


Wang Xiaohong, de 43 anos, em Pequim M. V. L.
 
Prostituição é ilegal no país, mas tem aumentado acompanhando o desenvolvimento econômico.
 
Durante o dia, Jinjin colabora com uma ONG e promove o sexo seguro, distribui preservativos e ensina as prostitutas de Pequim sobre como evitar as doenças sexualmente transmissíveis e sobre seus direitos. À noite, em um clube de entretenimento, é mais uma delas. Com um corpo cheio de curvas e um sorriso malicioso, não tem dificuldades para conseguir clientes.
 
"É uma vida confortável", diz ela, dando de ombros. "Por dia posso ganhar mais de mil iuanes (cerca de 500 reais) facilmente, por mês mais de 30.000 (13.500 reais). Os clientes às vezes me convidam para jantar, me dão presentes, capricham comigo. Em qual outro trabalho poderia ganhar tanto dinheiro? A ONG paga muito pouco".

O que sabemos sobre a investigação do estupro coletivo de uma menina de 12 anos no Rio de Janeiro


Por Andréa Martinelli Do Huffpostbrasil
 
“Cala a boca. Vão ficar ouvindo a sua voz e vão saber que é tu”.
“Tapa o rosto da novinha”.
 
Um ano depois, o mesmo crime.
 
Na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, uma menina de 12 anos foi vítima de um estupro coletivo. A investigação ainda não tem detalhes sobre quais eram as circunstâncias do crime que, assim como o caso da jovem de 16 anos que foi estuprada coletivamente no ano passado, foi registrado em um vídeo e divulgado na internet.

Pastoral da Mulher de Juazeiro realiza roda de conversa para a equipe com o tema: Impactos da Reforma da Previdência na Vida dos Trabalhadores.


Preocupada com atual conjuntura do país e com a possibilidade de retrocessos na garantia de direitos sociais e trabalhistas, a equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro vivenciou na manhã dessa segunda-feira, 08/05/2017, um momento de formação sobre a Reforma da Previdência Social.

A roda de conversa foi facilitada por Iran wilker, Assessor Sindicalista da Central dos Trabalhadores e trabalhadoras do Brasil (CTB), que abordou os impactos da reforma da na vida dos trabalhadores.

MULHERES ATENDIDAS NA PASTORAL EXPOEM ARTESANATO NA 1º. FESTA DA VIDA DA DIOCESE DE JUAZEIRO



No mês de abril, as atividades da oficina terapêutica de artesanato realizada na Pastoral da Mulher chegaram ao final. As participantes frequentaram a oficina entre os meses de janeiro a abril e tiveram a oportunidade de expor seus produtos no evento promovido pela Diocese de Juazeiro – Festa da Vida, como lema “O nosso Deus é o Deus da Vida. O nosso Deus é justiça e paz!” que ofereceu espaço para promover e valorizar a missão e o trabalho realizado nas Pastorais Sociais.

Reunião de Mulheres Pérolas


 
O grupo de Mulheres Pérolas continua se reunindo mensalmente, na sede da Pastoral, para discutir e partilhar de temáticas que perpassam pelo universo feminino.

PASTORAL DA MULHER PARTICIPA DA GREVE GERAL


As reformas trabalhistas e previdenciárias estão gerando revolta em todo o país. Com o intuito de protestar, várias categorias foram às ruas na última sexta-feira (28). O movimento teve concentração às 8h da manhã, na APLB de Juazeiro e em seguida os sindicalistas, instituições e a população em geral percorreram as principais ruas do centro da cidade em direção a ponte Presidente Dutra, onde ocuparam todas as pistas ao longo da Ponte e a interditaram por mais de uma hora, promovendo grande engarrafamento em Juazeiro e Petrolina.