Equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro participa de Seminário Internacional com indicada ao Prêmio Nobel da Paz

Tendo em vista a realização do XI Encontro da Rede Oblata, que acontece em Belo Horizonte/MG, de 14 a 16 de maio, integrantes da Pastoral da Mulher de Juazeiro, vinculada ao Instituto das Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor, estarão participando de capacitação promovida no evento.
Com o tema “ENFRENTANDO AS ESTRUTURAS QUE PROMOVEM A EXPLORAÇÃO SEXUAL E O TRÁFICO DE SERES HUMANOS” o XI Encontro da Rede Oblata terá como palestrante nos dias 15 e 16/05, a ativista Susana Trimarco – que luta contra o Tráfico de Pessoas, indicada ao Prêmio Nobel da Paz em 2013.
Susana Trimarco, que vem diretamente da Argentina para o encontro em Belo Horizonte, luta há onze anos contra o Tráfico de Seres Humanos e busca uma filha traficada.
Desde 2002, quando sua filha Maria de Los Angeles, conhecida por ('Marita') desapareceu aos 23 anos de idade, Susana Trimarco e família, passaram a procurá-la por inúmeros lugares até receber a informação de que ‘Marita’ estaria se prostituindo num bordel. Desde então, Susana passou a enfrentar o Tráfico de Seres Humanos na esperança de evitar que novas pessoas sejam vítimas dessa rede mundial de tráfico.
O que parece ficção ou tema de novela, é pura realidade. A dor de ter conhecimento que sua filha havia sido traficada e obrigada a prostituir-se, fez com que Susana Trimarco levantasse a bandeira no mundo inteiro contra o Tráfico de Seres Humanos, viajando à vários países, concedendo palestras, recebendo prêmios por seu ativismo contra o tráfico e mais além, visitando bordéis na esperança de encontrar a filha.
O evento que contará também com a presença de Roseli Consoli, integrante da Rede “Um Grito pela Vida” e do Instituto das Irmãs Oblatas, é voltado para a sociedade em geral, mas, principalmente, para assistentes sociais, pedagogos e profissionais que atuam na área social.
A equipe da Pastoral da Mulher de Juazeiro participará da capacitação, visando os megaeventos, a exemplo da Copa das Confederações e a Copa do Mundo no Brasil, que proporcionam condições favoráveis para o aumento da prostituição e tráfico de pessoas.

Fonte: AssCom

Nenhum comentário: