Mulheres refletem sobre o trabalho em atividade na Pastoral

A Pastoral da Mulher realizou no último dia 19 de maio uma atividade alusiva ao dia do trabalhador, celebrado tradicionalmente no dia 1º de maio. O objetivo da mesma foi fazer com que as mulheres refletissem suas percepções sobre a questão do trabalho no sistema em que vivemos. Também foi estimulado que elas se percebessem enquanto trabalhadoras nas diversas funções que já exerceram ou exercem, seja nas modalidade formal ou não formal.
Em suma, refletiram que não há trabalho para homens e mulheres. Todas podem exercer qualquer tipo de trabalho. Destacaram ainda a inclusão dos deficientes, onde sabem que existem a garantia para  estas pessoas.
Muitas partilharam suas experiências de trabalho, dizendo que começaram ainda muito cedo em serviços domésticos e na área da agricultura, considerando de grande importância para  suas vidas. Sobre a prostituição classificaram como trabalho onde a mulher não deve se discriminar por estar exercendo esta atividade. Relataram os problemas mais vividos como os calotes, exploração dos donos dos bares e a discriminação.
Finalizando o momento, as mulheres trouxeram suas expectativas em relação ao trabalho estando diretamente ligado a realização de seus sonhos. 



Nenhum comentário: