Carrocerias e baús são usados para prostituição em Uberlândia (MG)


Avenida paralela a  BR-050, no Umuarama, serve de estacionamento de carrocerias  e baús (Foto: Cleiton Borges)

 Carrocerias e baús de caminhões abandonados geram incômodo para vizinhos e comerciantes no fim da avenida Arlindo Massaro, marginal da BR-050 – sentido Uberaba -, no bairro Umuarama, zona leste de Uberlândia. O proprietário dos itens afirma que eles são para a venda e que não possui espaço para guardá-los em outro lugar.
O local tem acúmulo de lixo e proliferação de animais peçonhentos e é utilizado para prostituição, segundo vizinhos. A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) informou que o trecho é de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que, por sua vez, informou que vai averiguar a situação.
 
Um comerciante que trabalha próximo ao local que tem servido de depósito para as carrocerias e baús reclamou das condições precárias do espaço. “Aqui, o mato alto, o lixo e entulho acumulam bastante. Já vi escorpião e alguns focos do mosquito Aedes aegypti aqui”, disse o comerciante, que preferiu não se identificar.
 
Um outro vizinho, que também preferiu não se identificar, afirmou ver casos de prostituição no local. “Toda noite fazem daquele lugar um motel. Pela manhã, é possível ver camisinhas pela rua e pessoas saindo dali. Alguém ou alguma autoridade deveria fechar aquilo ali, mas eu já procurei e não deu em nada.”
 
Cristiano Gomes é o dono das carrocerias e baús, que, segundo ele, não estão abandonados, mas à venda. “Eu sempre procuro deixar tudo muito limpo, mas os vizinhos é que jogam lixo aqui. Os baús eu sempre fecho, só que, mesmo assim, algumas pessoas usam ali para se prostituir. Acontece à noite e eu nem vejo”, afirmou.

Focos de mosquito
 
O diretor da Vigilância em Saúde, Samuel do Carmo Lima, disse que recebe, diariamente, informações sobre possíveis focos do Aedes no fim da avenida Arlindo Massaro. De acordo com ele, devido ao combate ao mosquito Na cidade, é provável que já tenha sido feito um trabalho de verificação no local.

Posicionamentos
 
O local onde as carrocerias e baús estão, a avenida Arlindo Massaro, é uma avenida marginal da BR-050 e, por isso, de acordo com o assessor de Operações de Tráfego da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran), Onei Silvério, o trecho é de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Mas, ainda de acordo com Silvério, mesmo assim, ele já ouviu reclamações sobre a utilização inadequada do local e deu orientações ao proprietário dos baús e carrocerias. “No entanto, (os itens) não estão em uma área de nossa circunscrição para que possamos tomar outras medidas.”
 
Já a PRF informou que ainda não recebeu reclamação sobre o problema e que, assim que possível, irá averiguar a situação. “Se estiver dentro de nossa circunscrição, solicitaremos a regularização ao proprietário”, disse o inspetor da PRF Rodrigo Araújo.

Fonte: Correio de Uberlândia

Nenhum comentário: