"Violência dói, diálogo educa" chega as comunidades de Juazeiro


 
 
Com apresentação do terceiro minisseminário sobre o enfrentamento da violência doméstica e exploração sexual, o MAC – Movimento de Apoio Comunitário tem dialogado com as comunidades a questão da violência contra crianças e adolescentes, prática cada vez mais comum em nosso município. O encontro teve a participação de estudantes, educadores sociais, associação de moradores e um pastor local. A reunião aconteceu na comunidade do Sol Nascente próximo ao bairro Itaberaba, região que levanta preocupação, uma vez que falta infraestrutura, bem como políticas públicas adequadas.
 
 
A partir do mês de abril 250 professores do estado e município, além de 50 agentes sociais (agentes de saúde e líderes comunitários) estarão participando das formações, fortalecendo assim a Rede de Proteção a Crianças e Adolescentes em Juazeiro.
 
“O projeto aprovado pelo CECA (Conselho Estadual de Direitos de Criança e Adolescente) tem recebido total apoio da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Educação e do Gabinete do Prefeito, além de outras instituições como: Conselho de Segurança e as Associações de Moradores que vêm demonstrando preocupação com o tema abordado, algo importante uma vez que queremos a participação de todos os segmentos da sociedade”, afirma Carlos Ribeiro, coordenador do projeto.
 
http://www.odiariodaregiao.com/flip/6577/files/6577.pdf

Nenhum comentário: