Pastoral da Mulher de Juazeiro celebra a Páscoa junto as mulheres

 
 
Com o tema “Celebração da vida e amor de Jesus Cristo, que está a serviço de todos e todas”, no último dia 1º de abril, a Pastoral da Mulher de Juazeiro celebrou a Festa de Páscoa, contando com a participação de 15 mulheres atendidas pela instituição, e seus filhos.
 
Foi um momento de espiritualidade onde para receber as mulheres, as trabalhadoras sociais, Ellen Sabrina e Joice Oliveira, preparam a acolhida com saudações e orações, usando óleo para ungir as mulheres, como símbolo de bênção, conduzindo cada uma, e seu filho, para o espaço onde aguardaram o início da celebração.
 
 
A atividade foi dividida em três momentos: brincadeiras com crianças, celebração com as mulheres e lanche em grupo. Para interagir com as crianças, as agentes: Ana Paula, Iana Joane e Tamirys Velasco realizaram atividades com pinturas de desenhos alusivos à páscoa e ensaiaram uma música, apresentada no momento final da celebração.
 
 
 
 Conduzidas para um espaço diferenciado pelas as gentes Maria das Neves, Mônica Siqueira e Joice Oliveira, todas participaram de reflexões sobre o verdadeiro significado da Páscoa. Esta passagem que prefigura o sacrifício de Cristo em favor da humanidade. É essencial que seja compreendida a relação da primeira páscoa com a instituição da Ceia por Cristo, quando Ele mesmo a celebrou antes de ir à cruz, como sacrifício vivo e perfeito por nossos pecados.
 
Em seguida foi encenado o marcante episódio em que Jesus Cristo lavou os pés dos discípulos, como gesto de serviço e perdão, fazendo uma relação com a Campanha da Fraternidade 2015 – Fraternidade: Igreja e Sociedade, a qual convida a humanidade a refletir suas relações com o próximo, irmãos e sociedade de forma a mostrar a importância do um diálogo de aproximação, compreensão e valorização da dignidade humana, para dessa forma resgatar os valores colocados por Jesus Cristo. Nesse sentido, foi realizada a leitura do texto de Marcos 10:32-45, trazendo como reflexão o atuar de Jesus, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para a construção de uma sociedade justa e solidária.
 
O momento do lava pés refletiu com as mulheres o sentido de servir, e a importância de estarmos a serviço do próximo. O lava pés foi marcado pela frase proferida pela agente Mônica: “seus pecados estão perdoados.” Rememorada as palavras de Jesus, onde emocionou todas que estavam presentes e ouviam cada palavra de ânimo.
 
Celebrando o momento de partilha, o pão, como alimento e corpo do sagrado foi ofertado à todas e assim tomou-se novamente a palavra: Cristo usou pão e vinho para simbolizar seu sacrifício - Lucas 22:19-20.

 
Aproveitando a realização da celebração de Páscoa, o momento da espiritualidade oblata foi conduzido trabalhando a passagem de vida dos fundadores, Pe. Serra e Madre Antônia.
 
Inicialmente foi cantado um refrão onde todas puderam acompanhar: “Eu vim para que todos tenham vida, que todos tenham vida plenamente.” A agente Joice entrou com os quadros dos fundadores e depois expôs na sala. Em seguida começou a falar sobre o sentido da palavra páscoa que significa passagem.
 
 
Assim como Jesus que passou para a vida eterna, mas que deixou muitos ensinamentos para seguirmos, todos os seres humanos também passam e também podem deixar alguma coisa. Assim foi sendo citados os fundadores que deixaram o trabalho da Pastoral no mundo e que atendem a tantas mulheres.
 
Refletiu-se ainda a importância de se fazer o bem para que possamos deixar algo para os outros assim como Serra e Antônia, que se importaram com a vida daquelas mulheres desprezadas na época em que viveram. Devem sempre ser lembrados como exemplos de seguimento a Jesus e amor ao próximo.
 
Após estas reflexões, foi distribuído para as mulheres as medalhinhas de Antônia e a oração da CF/2015 que refere se ao serviço com o próximo. Todas elas pegaram o detalhe dado e em conjunto a oração foi lida. Em seguida, para encerramento do momento, rezou-se a oração do Pai Nosso.
 
A atividade foi finalizada com o lanche representando a última ceia e distribuição de pequenos chocolates confeccionados pela própria equipe como gesto de carinho com cada mulher e filho.


Fonte: Pastoral da Mulher de Juazeiro

Nenhum comentário: